Planes of Existence: Alara

Posted in Feature on 25 de Julho de 2008

By Wizards of the Coast

Alara já foi um único plano. Mas isso foi há milênios. Onde antes havia um plano, agora há cinco: os fragmentos.

O plano de Alara era um mundo abundante em mana, um mundo em equilíbrio... até a Fragmentação. Um cataclismo de proporções inimagináveis dividiu Alara em cinco mundos distintos, sendo cada um uma refração dos outros.

As causas desse cataclismo se perderam no tempo. Os antigos manuscritos sobre os fragmentos sugerem que um ser com poderes divinos dividiu Alara intencionalmente para capturar seu mana para uso próprio. Alguns acreditam que tenha sido causado pelas batalhas titânicas pelo destino de Alara, travadas entre o arcanjo Asha e o demônio Malfegor. Mas para a maioria, resta somente uma vaga lembrança cultural de um rico mundo que existiu antes daquele que conhecem.

Seja qual for a causa da divisão, uma coisa é certa: os fragmentos tornaram-se lugares muito diferentes desde a Fragmentação. Cada plano foi privado de duas das cinco cores de mana. O fragmento de Bant, por exemplo, perdeu quase todo seu mana preto e vermelho, mantendo somente mana branco, azul e verde.

Esse desequilíbrio de mana fez com que os fragmentos evoluíssem em direções completamente opostas no decorrer desse milhares de anos. Atualmente, há somente resquícios de um antigo plano comum nos cinco mundos, e seus ambientes e habitantes não poderiam ser mais diferentes uns dos outros.

Naya Vida, paixão, comunidade e o mundo selvagem — são esses os valores que prevalecem sem a influência dos manas preto ou azul. Essa terra exuberante é uma celebração da vida. O instinto predomina sobre as maquinações. Aqui, os predadores titânicos são respeitados, enquanto humanos, elfos e seres felinos chamados leoninos reverenciam e respeitam a natureza.

Bant Sem os impulsos destrutivos ou egoístas dos manas vermelho e preto, Bant tornou-se uma utopia dourada. Os anjos reinam com benevolência e graça. Humanos e seres alados chamados avianos solucionam seus conflitos em combates ritualísticos. Dever e honra são os alicerces deste reino de luz.

Esper Neste mundo de vento e ondas, o controle é a força motriz. Isolada do caos dos manas vermelho e verde, Esper tornou-se uma magocracia. Esfinges enigmáticas aconselham magos e videntes sábios. Tudo aqui é observado e controlado. As forças da alta magia imperam triunfantes.

Grixis O que acontece com um mundo privado de novas formas de vida? Os descampados sombrios de Grixis são a resposta. Seus habitantes agarram-se com unhas e dentes ao pouco que resta de vida. Sem as forças unificadoras do branco e do verde para trazer vida e compaixão, cada ghoul, demônio e necromante deve lutar pela própria sobrevivência.

Jund Na ausência dos manas branco ou azul, Jund degenerou-se, transformando-se numa fossa primitiva e turva. Os dragões estão no topo da cadeia alimentar e completamente à vontade com os incontáveis vulcões de Jund. Enquanto os dragões espreitam nos céus, humanos, goblins e seres reptilianos chamados viashinos vivem discretamente nos desfiladeiros empestados de piche e vegetação asfixiante.

Latest Feature Articles

FEATURE

17 de Maio de 2022

Colecionando Commander Legends: Batalha pelo Portal de Baldur by, Max McCall

Nota do Editor: Gostaríamos de esclarecer que o card O Sem Rosto não será disponibilizado com acabamento metalizado tradicional ou metalizado gravado. Commander Legends: Batalha pelo Por...

Learn More

FEATURE

17 de Maio de 2022

Visão geral de Commander Legends: Batalha pelo Portal de Baldur by, Harless Snyder

Após um longo dia de desbravar masmorras, você vai até a cidade mais próxima para um descanso merecido. Apesar do dia ter começado estranhamente quente, há uma hora o céu escureceu em ton...

Learn More

Artigos

Artigos

Feature Archive

Procurando mais? Explore nosso arquivo e mergulhe em milhares de artigos sobre Magic escritos pelos seus autores favoritos.

See All