Entrada em aprovação

Posted in Making Magic on 16 de Maio de 2016

By Mark Rosewater

Working in R&D since '95, Mark became Magic head designer in '03. His hobbies: spending time with family, writing about Magic in all mediums, and creating short bios.

Em agosto de 2014, eu escrevi um artigo chamado "Metamorfose", no qual expliquei pela primeira vez nossa transição para o modelo de dois blocos (ou seja, dois blocos por ano, cada um com uma coleção grande e uma menor). Naquele artigo, eu disse a todos que pararíamos de produzir coleções básicas. Muitos ficaram curiosos a respeito de como esperávamos que os iniciantes aprendessem a jogar sem uma coleção básica como entrada no jogo. Eu disse que assim que tivéssemos informações sobre qual seria a substituição eu contaria a todos. Bem, esse dia chegou.

Entrando

Deixe-me começar explicando nossa filosofia de "entrada". A ideia é que queremos criar um caminho para que alguém que não sabe nada sobre Magic comece a jogar e oferecer uma série de produtos que permitam que a pessoa se habitue lentamente ao jogo. A metáfora que eu gosto de usar é a de uma piscina de entrada inclinada. É uma piscina em que há um chão inclinado, na qual você pode entrar andando. É como a margem de um lago ou o litoral de um oceano na praia.

A ideia é simples: você pode começar com a água a menos de um centímetro e avançar lentamente no ritmo em que você se sentir confortável. Em algum momento você conseguirá chegar ao fundo, mas não até que esteja suficientemente confortável para escolher ir até lá.

Quando paramos para olhar nosso caminho de entrada, o que vimos foi que havia um grande buraco. Para usar minha metáfora de entrada inclinada, os jogadores conseguiam começar andando, mas em trinta centímetros havia um degrau direto para a profundidade de um metro. Não era gradual, e era um tanto intimidador.

Vamos dar uma olhada em nossa linha de produtos para mostrar o espaço que estamos tentando preencher.

Primeiro produto — Decks de demonstração e/ou Magic Duels

Os decks de demonstração são decks monocolores de 30 cards construídos em torno de um Planeswalker. Eles são distribuídos gratuitamente (geralmente por lojas, mas também em certos eventos) e são feitos para ser uma primeira experiência simples de jogo. Cada deck tem um tema leve e inclui comuns, incomuns e um raro (que geralmente causa impacto e é divertido, mas não é arroz com feijão de torneios e não faz com que não iniciantes queiram os decks). Os cards nos decks são válidos no formato Padrão e você pode combinar quaisquer dois decks de demonstração para formar um deck válido no formato Padrão.

O Magic Duels é uma forma digital de jogar Magic e está disponível em diversas plataformas (Xbox, iOS e para PC no Steam). Ele tem um tutorial incluído e várias campanhas de aventura, e permite que você construa seu próprio deck para jogar contra o computador ou outros jogadores. Há o jogo básico e os add-ons das várias expansões.

O motivo pelo qual esses dois produtos são feitos para serem uma primeira experiência tem quatro partes:

  1. Ambos são gratuitos para jogar. Queremos que o jogador tenha a capacidade de experimentar o jogo sem ter que gastar nenhum dinheiro.
  2. Eles têm uma experiência de jogo simples. Tanto os decks de demonstração quanto o início de Magic Duels são feitos para apresentar jogadores novos ao jogo sem afogá-los na complexidade que o jogo completo oferece.
  3. Ambos dão ênfase à história do jogo. Os decks de demonstração e o Magic Duels são ambos feitos para valorizar a mitologia do jogo. Ambos usam Planeswalkers como ponto de partida.
  4. Eles permitem que um iniciante aprenda. Os decks de demonstração são pensados para serem distribuídos onde haja alguém disponível para ajudar o novo jogador a aprender. O Magic Duels vem com o "professor" embutido. Jogadores experientes e uma inteligência artificial esperta são comprovadamente as melhores formas de ensinar as pessoas a jogar.

Segundo produto — ???

Essa era a área que precisávamos preencher. As coleções básicas deveriam ocupar essa vaga, mas descobrimos que os boosters aleatórios criavam uma experiência muito inconsistente. Manter um foco contínuo era parte do processo de familiarização com o jogo, e as coleções básicas não eram particularmente boas nisso.

Terceiro produto — Deck Builder's Toolkit

Uma vez que os jogadores dominam o básico, descobrimos que a melhor forma de fazer com que eles comecem a construir decks é dar a eles o acesso a um monte de cards. O Deck Builder's Toolkit é feito para ser esse produto. Ele dá aos jogadores um volume de cards (285 no total, a maior parte aleatórios, mas alguns em boosters de produtos recentes) assim como alguns temas de deck para ajudá-los a começar. Observe que a construção de decks não acontece até o terceiro produto da linha, porque esse é um dos aspectos mais complicados do jogo.

Quarto produto — Boosters de expansões

Finalmente, é hora de apresentar a parte mais importante do jogo para os novos jogadores: os boosters das expansões. Esse é obviamente o foco do jogo, e é para onde os jogadores novos serão impelidos por outros jogadores engajados, já que é onde está a maior parte da emoção.

Tampando o buraco

A primeira coisa que fizemos foi tentar descobrir os objetivos do produto que faltava.

  • Ele precisava ser pré-construído

A construção de decks é uma parte divertida de Magic, mas é uma complicação a mais, e não queríamos que os jogadores se concentrassem nela até o terceiro produto. Sabíamos que queríamos que esse produto fosse pré-construído e jogável ao sair da caixa.

  • Ele tem que manter o mesmo foco

Como mencionei acima, queremos que os primeiros produtos mantenham um foco coeso. Isso significava que tínhamos que ver o que nossos primeiros produtos estavam fazendo e permanecer consistentes. Tanto os decks de demonstração quanto Magic Duels têm forte foco nos Planeswalkers, e foi daí que começamos.

  • Ele precisa fazer uma boa transição

De um lado tínhamos produtos que proporcionavam a jogabilidade mais simples. De outro, tínhamos um produto em que você construía seu próprio deck. Isso significava que este produto estava no meio do caminho. Construímos o deck para você, mas ele poderia ser um pouco mais complicado.

  • Ele precisa ser parte da linha maior de produtos

Outro problema que tínhamos com as coleções básicas era que elas divergiam do tema do restante de Magic. Os jogadores novos se inspiram nos já estabelecidos, e os jogadores já estabelecidos estão focados na coleção atual. Esse produto tinha que ser algo que não estivesse isolado, que fosse parte do mundo do Magic atual.

  • Ele precisava ser empolgante

Não queríamos que fosse um produto que os jogadores estabelecidos se sentissem obrigados a comprar, mas também não queríamos que eles fizessem pouco dos jogadores que comprassem. Era necessário andar na corda bamba entre ser legal o suficiente para que os jogadores experientes quisessem dar uma olhada, mas não tão atraente que eles achassem que precisavam comprar.

Eram muitas restrições, mas estávamos determinados a encontrar algo que se encaixasse em todas elas. Fico feliz em dizer que conseguimos. Então, está na hora de apresentar o novo produto que substituirá os Première Packs e revelar o que ele contém e no que pensamos ao desenvolvê-lo.

Vai funcionar assim: Cada coleção terá dois Decks de Planeswalker, cada um construído em torno de um Planeswalker diferente. Esses Planeswalkers serão personagens relevantes para aquele bloco. Cada Deck de Planeswalker será um deck pré-construído de 60 cards e virá com dois boosters daquele bloco a um preço sugerido de US$ 14,99. Os Decks de Planeswalker serão lançados em cada um dos onze idiomas nos quais Magic é publicado.

O deck jogará com temas mecânicos do bloco, na maior parte das vezes fazendo uso de uma nova mecânica de palavra-chave. Os padrão para os decks será bicolor, mesmo que o Planeswalker tenha apenas uma cor. (Lembre-se de que "o padrão para os decks" significa que isso é o que faremos na maior parte das vezes, mas nos reservamos o direito de mudar se sentirmos que um determinado Deck de Planeswalker quer ser diferente.)

A outra grande diferença nos Decks de Planeswalker é que haverá em cada um deles cinco cards que não serão encontrados na expansão, mas serão considerados ligados ao bloco para validade no formato Padrão (o que significa que os Decks de Planeswalker serão jogáveis no formato Padrão). Eis o que você pode esperar:

  • Um Planeswalker mítico raro.

Cada Deck de Planeswalker terá um card de planeswalker novo em folha, obviamente o Planeswalker tema do deck. Esses cards estão sendo pensados para serem divertidos e fiéis ao tema, mas não reforçados para serem jogados em torneios. A ideia é a de que queremos que os jogadores novos fiquem empolgados com eles e que eles tenham grande impacto no jogo, mas não queremos que os jogadores já estabelecidos se sintam obrigados a comprar os Decks de Planeswalker. O padrão será os Planeswalkers serem caros para conjurar e causarem grande impacto. Haverá uma cópia desse card no deck, com arte ligada ao mundo adequado.

A P&D passou muito tempo debatendo se os decks deviam ter Planeswalkers, e no fim decidiu que não podíamos ter um foco em Planeswalkers nos decks sem ter um card que os representasse. Sentíamos mesmo que o foco nos Planeswalkers era a chave. Em seguida, tivemos um debate ainda mais longo sobre como seria o design dos Planeswalkers. Quantas habilidades de lealdade eles deveriam ter? As ideias iam de três a zero. No fim, resolvemos que queríamos que eles funcionassem como todos os outros Planeswalkers, mas que os criaríamos pensando mais nos iniciantes.

  • Duas cópias de uma mágica rara que tem um efeito e também prepara para o Planeswalker específico

Era importante para nós que o deck tivesse um Planeswalker, mas queríamos que ele fosse um mítico raro, o que significava que cada deck só podia ter um. Haveria uma forma de ajudar o Planeswalker a ter um impacto grande se só havia um no deck? O raro foi nossa solução para esse problema. O raro geralmente custará um mana a menos que o Planeswalker (para ajudar na curva para conjurar o Planeswalker) e terá um efeito temático adequado. Ele, então, procurará uma cópia do Planeswalker específico em seu grimório ou seu cemitério e a colocará em sua mão. (Observe que ele só procura a versão do Deck de Planeswalker, e não qualquer versão. Permitir que você conseguisse qualquer versão causava grandes problemas para o desenvolvimento.) Essa funcionalidade permite que o jogador tenha na prática três cópias de seu Planeswalker, o que aumentará as chances de que este chegue ao jogo. Haverá duas cópias desse card no deck, e ele terá uma arte ligada ao Planeswalker.

  • Três cópias de uma permanente incomum que é reforçada por ter o Planeswalker no campo de batalha

Para os incomuns, estamos fazendo uma permanente que seja reforçada se você tiver o Planeswalker relevante no campo de batalha. Observe que, diferentemente da mágica rara, a incomum verifica qualquer versão do Planeswalker, e não apenas a que vem com o Deck de Planeswalker. Esse card será tematicamente ligado ao Planeswalker do deck no nome e na arte. Haverá três cópias desse card no deck.

  • Quatro cópias de um comum com o tema do Planeswalker

Nos comuns, temos um efeito básico que o Planeswalker conjuraria frequentemente, com uma arte que mostra a conjuração. Haverá quatro cópias desse card no deck.

  • Quatro cópias de um terreno duplo adequado

Juramento das Sentinelas e Sombras em Innistrad introduziram um ciclo de dez cards de terrenos duplos que entram no campo de batalha virados. Nossa intenção é que o ciclo de dez cards permaneça válido no formato Padrão para que jogadores com orçamento limitado tenham sempre acesso a eles. Para os Decks de Planeswalker, o plano é incluir o terreno duplo virado adequado que tenha as cores do deck. O card terá uma nova arte ligada ao mundo do bloco. Haverá quatro cópias desse card.

Isso significa que no Deck de Planeswalker de 60 cards haverá quatro cards mecanicamente únicos com um total de dez cópias (uma do mítico raro, duas do raro, três do incomum e quatro do comum). Haverá quatorze cards com arte nova (os dez listados acima mais as quatro cópias do terreno duplo). O restante dos cards será da coleção maior, se o Deck de Planeswalker estiver ligado à coleção maior, ou de todo o bloco, se o Deck de Planeswalker estiver ligado à coleção menor. A arte de todos esses cards seguirá o estilo do bloco.

Os Decks de Planeswalker estrearão em Kaladesh, a coleção de setembro deste ano, na qual substituirão os Première Packs. Tive a chance de ver os dois primeiros decks e acho que os jogadores iniciantes ganharão um presente e tanto.

E uma última coisa antes de avançar. A análise acima é nossa filosofia atual de como usar os cards novos no deck. Conforme os Decks de Planeswalker forem jogados e nós começarmos a receber um retorno, poderemos ajustar a forma como usamos os cards novos.

Mas não é só isso!

Há outra mudança em Kaladesh sobre a qual eu queria falar. Estamos fazendo uma reforma nos Fat Packs, e eu queria apresentar o que está mudando. Primeiro, resolvemos mudar o nome. O nome "Fat Pack" sempre foi pouco esclarecedor, de modo que o estamos trocando por "Pacote de [nome da coleção]". Assim, em setembro, criaremos o Pacote de Kaladesh. Ele terá um preço recomendado de US$ 42,99.

Eis o que esperar do produto:

  • Uma caixa

Os Pacotes virão com uma caixa decorativa reutilizável. A caixa usará a arte principal da coleção.

  • Pacote de terrenos com 80 cards

Haverá dezesseis de cada terreno básico, todos do bloco que dá nome ao produto.

  • Dez boosters

O Pacote incluirá dez boosters da coleção que dá nome ao produto.

  • Um guia do jogador

O Pacote incluirá um guia do jogador da coleção que dá nome ao produto.

  • Um marcador de pontos de vida Spindown

O Pacote incluirá um marcador de pontos de vida Spindown tematicamente ligado à coleção que dá nome ao produto. Cada Pacote terá um único marcador de pontos de vida Spindown, mas haverá cinco versões diferentes para cada coleção.

  • Um cartão de referência de regras

Nossa intenção não é que iniciantes comprem o Pacote, mas sabemos que muitos o farão assim mesmo. O cartão de referência de regras lhes dá informação para ajudar a encaminhá-los para Magic Duels, onde eles podem usar o tutorial para aprender.

O primeiro Pacote virá com Kaladesh, em setembro.

Fazer novos produtos, mas manter os antigos

Meu objetivo hoje era apresentar a você os Decks de Planeswalker (e o novo Pacote) e explicar parte da lógica por trás do modo como os montamos. Me interessa muito saber o que você pensa dos novos produtos, assim como deste artigo. Você pode me mandar um e-mail ou entrar em contato comigo por qualquer de minhas contas em mídia social (Twitter, Tumblr, Google+ e Instagram).

Junte-se a mim semana que vem, quando eu explicarei como dominamos o Eterno.

Até lá, que você traga novos jogadores e os deixe experimentar nosso novo sistema.

Latest Making Magic Articles

MAKING MAGIC

25 de Julho de 2020

Boosters da Coleção by, Mark Rosewater

Hoje, vou falar sobre uma das coisas que vamos introduzir em Renascer de Zendikar — um novo tipo de booster. Caso o título ainda não tenha entregado, trata-se do booster da coleção e, na ...

Learn More

MAKING MAGIC

12 de Junho de 2017

Metamorfose 2.0 by, Mark Rosewater

Fazer o Magic é um processo iterativo. A gente cria, testa e recebe feedback sobre alguma coisa, e daí usamos esse feedback pra criar mais coisas novas ou para adaptar as coisas que já fi...

Learn More

Artigos

Artigos

Making Magic Archive

Procurando mais? Explore nosso arquivo e mergulhe em milhares de artigos sobre Magic escritos pelos seus autores favoritos.

See All