Anúncio de Banidos & Restritos, 13 de julho de 2020

Posted in News on 13 de Julho de 2020

By Ian Duke

Data do anúncio: segunda-feira, 13 de julho de 2020

Histórico

Agente da Traição foi banido (após suspenso)

Winota, Agregadora de Forças foi banido (após suspenso)

Fogos da Invenção foi banido (após suspenso)

Nexo do Destino foi banido

Emissário da Árvore Flamejante foi suspenso

Pioneiro

Juramento de Nissa foi desbanido.

Moderno

Astrolábio de Arcum foi banido.

Pauper

Mapa da Expedição foi banido.

Santuário Místico foi banido.

Vigora no Magic analógico a partir de: segunda-feira, 13 de julho de 2020

Vigora no Magic Online (MTG) a partir de: segunda-feira, 13 de julho de 2020

MTG Arena a partir de: quinta-feira, 16 de julho de 2020

A lista de todos os cards banidos e restritos, organizada por formato, está aqui.


Histórico

Seção escrita por Jay Parker

Nós temos atualmente três cards suspensos no formato Histórico: Winota, Agregadora de Forças; Agente da Traição; e Fogos da Invenção. Assim como qualquer suspensão, nós observamos cuidadosamente como as mudanças afetaram o metajogo do Histórico, e nossos dados mostram melhoras distintas com a remoção destes cards. Cada um destes cards também tendem a ficar mais problemáticos conforme o formato cresce em amplitude e poder, seja como acessos-chave a efeitos muito poderosos, ou como uma daquelas peças poderosas no topo.

Já que os dados mostram um impacto positivo com as suspensões atuais, e já que é improvável ser seguro reintroduzir estes cards no formato Histórico tão cedo, Winota, Agregadora de Forças; Agente da Traição; e Fogos da Invenção estão banidos no formato Histórico. (Jogadores receberão Curingas por estes banimentos, de acordo com a política previamente anunciada.)

Apesar de estas suspensões, agora banimentos, terem melhorado o metajogo, o topo da pirâmide do Histórico ainda está restrito demais. Logo depois da suspensão de Winota, Agregadora de Forças, os 2 decks do topo compunham cerca de 15% do jogo melhor-de-três, mostrando uma gama diversa de decks. Agora, os dois decks no topo compõem cerca de 35%, e a concentração deles está aumentando.

Ao longo do último mês, decks utilizando o Nexo do Destino aumentaram dramaticamente sua fatia do metajogo e agora é o deck mais jogado no formato Histórico. Os dois cards que possibilitam este deck são Reconquista da Natureza e o próprio Nexo do Destino. Apesar de Reconquista da Natureza ser um card poderoso, não estamos vendo-o aparecer em decks problemáticos do Histórico além deste. Esse deck também roda várias maneiras de acelerar até conjurar o Nexo do Destino mais cedo e estas opções apenas expandirão com o formato. Por fim, Reconquista da Natureza age principalmente para dar a jogadores acesso a uma gama mais ampla de linhas de jogo, enquanto o Nexo do Destino age impedindo oponentes de jogar. Tanto de um ponto de vista de jogo e da saúde do formato em longo prazo, acreditamos que o Nexo do Destino seja o card certo para tomarmos ação.

Nexo do Destino é um card que observamos de perto por muito tempo dentro do Histórico. Apesar de ser muito poderoso, tínhamos esperanças de que o Histórico Tradicional fosse um lugar onde ele continuaria sendo uma opção equilibrada para seus fãs. Apesar de ter sido verdade por muito tempo, com o deck mostrando frequências de jogo e vitórias fortes, mas dentro dos limites, agora chegou em um nível onde outras opções mirram e o formato deforma em volta do card.

Nexo do Destino é bastante parecido com os cards discutidos acima, onde seu poder só aumentará conforme a reserva de cards no formato Histórico for expandindo. E, assim como eles, não acreditamos ser provável que o metajogo chegue em um ponto onde respostas suficientes existam para fazer deste deck uma opção equilibrada e divertida para a comunidade jogadora. Apesar de geralmente suspendermos cards no Histórico primeiro, a fim de testar seu impacto, essa regra não é fixa. Já que não prevemos alguma oportunidade boa de reintroduzir com segurança o Nexo do Destino ao formato tão cedo, o Nexo do Destino foi banido no Histórico.

O outro deck que vem sendo uma máquina há tempos no Histórico é o Gruul Aggro. Apesar de costumar ser o deck mais jogado, o abismo entre este e os outros decks do topo ampliou significativamente no último mês. Gruul e Nexo agora são jogados mais de três vezes mais do que suas alternativas mais próximas no melhor-de-três, e o Gruul tem uma das taxas de vitória mais altas, tanto no melhor-de-três quanto no melhor-de-um. Após considerar o deck e o metajogo em torno dele, nós acreditamos que o melhor card para tomar ação aqui é o Emissário da Árvore Flamejante. Apesar dos inícios explosivos que ele permite ser um fator no crescimento do deck, sua remoção deve manter o deck com amplos poderes para se manter competitivo, mas em um nível mais equilibrado com outras opções agressivas.

Diferente do Nexo do Destino, nós vemos uma grande possibilidade de o meta Histórico mudar de modo que o Emissário da Árvore Flamejante encontre um lar divertido e equilibrado. Entretanto, como o metajogo se encontra hoje, o poder que ele dá ao Gruul Aggro está reduzindo de modo geral o número de opções em decks equilibrados, interessantes e variados no formato. Por este motivo, Emissário da Árvore Flamejante foi suspenso no formato Histórico.

Uma última observação sobre as suspensões no Histórico: Quando apresentamos o mecanismo em dezembro, nós enfatizamos a natureza do tempo limitado da suspensão ao ligá-lo com a disponibilidade periódica do Histórico Ranqueado. Agora que o Histórico Ranqueado está sempre disponível, não funciona mais como uma boa marcação de limites. Apesar disso, vamos aderir à linha do tempo geral que ele impunha, e qualquer suspensão será resolvida ou pelo banimento ou pela retirada da suspensão dos cards afetados dentro do mesmo espaço de 2-3 meses. Nós sempre agiremos mais rapidamente quando virmos clareza nos dados, mas esse será um limite máximo. A suspensão é uma medida temporária para garantir que mudanças de equilíbrio estejam funcionando bem, e não será utilizada para ações em longo prazo.

Pioneiro

Desde o lançamento do formato Pioneiro no fim do ano passado, nós já vimos mudanças significativas no metajogo. Bem no início do lançamento do formato, vários decks verdes com rampa de aceleração eram os arquétipos mais populares e mais bem-sucedidos. A fim de reduzir a consistência destes decks, Juramento de Nissa foi adicionado à lista de banidos no início do progresso do formato Pioneiro.

Desde então, outros cards utilizados por decks verdes com rampa de aceleração foram banidos, incluindo Era uma Vez, Véu do Verão e Oko, Ladrão de Coroas. Além disso, o lançamento de novas coleções adicionou poder a outros arquétipos e expandiu as possibilidades gerais para a montagem de decks. O metajogo está agora em um ponto onde acreditamos que desbanir o Juramento de Nissa é um passo razoável a dar, adicionando mais poder a decks com o Nyktos, Santuário de Nyx e outros arquétipos que giram em torno de criaturas, terrenos e planeswalkers-chave.

Fora isso, estamos felizes com o metajogo atual do Pioneiro, onde os decks mais jogados têm pontos fortes e pontos fracos uns contra os outros. Estamos de olho na população de decks combo do ambiente, apesar da percepção de decks combo terem taxas de vitória dominantes não ser sustentada pelos dados de jogo do Magic Online. Nós também estamos vendo uma variedade de decks menos jogados tendo sucesso, o que indica que o metajogo ainda pode continuar mudando.

Moderno

Ao longo dos últimos meses no metajogo Moderno, nós vimos um aumento em popularidade e na taxa de vitória de decks multicoloridos utilizando o Astrolábio de Arcum, com algumas variantes aproximando-se dos 55% de vitórias sem partidas espelhadas. Apesar destes decks terem várias formas diferentes, seu plano de jogo em comum é usar Astrolábio de Arcum para jogar vários cards poderosos de várias cores. Como resultado, Astrolábio de Arcum tornou-se um dos cards mais jogados no Moderno.

Apesar de não haver algo intrinsecamente ruim sobre decks multicoloridos “só coisa boa” no metajogo, seu poder e flexibilidade costuma ser equilibrado por concessões em sua base de mana, utilizando terrenos que entram virados no campo de batalha, custam vida, ou envolvem alguma outra restrição de montagem. O Astrolábio de Arcum faz essa troca com um custo baixo demais, já que um Astrolábio de Arcum costuma significar mana excelente pelo resto da partida, sem custar um card. Além disso, o Astrolábio de Arcum leva a outras sinergias, por ser um artefato permanente de baixo custo que pode ser exilado e trazido de volta rapidamente, ou um recurso para obter vantagem de cards. Em suma, o Astrolábio de Arcum adiciona demais a estes decks por um custo pequeno demais, resultando em taxas de vitória pouco saudáveis e insustentáveis para o metajogo. Portanto, o Astrolábio de Arcum foi banido no formato Moderno.

Estamos de olho no Astrolábio de Arcum dentro do Legado, por motivos similares, apesar de atualmente as taxas de jogo e de vitória de decks com o Astrolábio de Arcum não exigirem ação atual. Nós sabemos das preocupações na comunidade do Legado sobre isto, mas queremos ter consistência com a nossa filosofia de apenas recorrer a banimentos quando um card ou deck atinge uma taxa de vitória problemática que não possa ser resolvida por forças naturais do metajogo.

Pauper

Com os banimentos de Jorro, Sonda Gitaxiana, e o Pasmar no Pauper, notei uma preocupação em potencial que o enfraquecimento de decks azuis que ganham tempo criasse um aumento na popularidade dos decks tipo Tron. Apesar de não vermos imediatamente uma mudança problemática no metajogo nesta direção, decks de Tron continuam fortes e populares, compondo perto de 25% do campo entre os decks no topo dos torneios de Pauper no Magic Online.

Essa tendência, combinada com o feedback da comunidade, nos levou a observar o papel dos decks de Tron no metajogo do Pauper. Apesar de poder ser algo bom para a diversidade do metajogo ter um arquétipo que joga de maneira diferente de muitas outras estratégias, estamos vendo alguns efeitos negativos no jogo repetitivo, padrões de jogo recursivos e estados de jogo trancado. Isso coloca pressão nos outros decks para poder lidar com esses estados de jogo ou tentar a corrida contra decks de Tron, o que de modo geral restringe espaço viável na montagem de decks.

Portanto, estamos tomando a decisão de banir o Mapa da Expedição de modo a reduzir a consistência e a popularidade de decks tipo Tron no metajogo.

Em segundo lugar, vários arquétipos adotaram recentemente o Santuário Místico como outro meio de criar um looping repetitivo ou estados de jogo trancado. Apesar dos decks costumarem jogar apenas duas cópias do Santuário Místico, está se provando como outro contribuinte-chave à pressão negativa sobre o metajogo, permitindo loopings que encerram partidas. Como é um card que provavelmente continuará causando problemas ao longo do tempo, também escolhemos banir o Santuário Místico no Pauper.

Nossa intenção é que essa combinação de banimentos deva reduzir consideravelmente a velocidade e a consistência com a qual os decks de Tron montam seu mecanismo de mana e formam eventuais estados de looping ou jogo trancado, também reduzindo a quantidade de jogos repetitivos vindos de vários decks “tempo” com base azul.

Uma Observação Sobre o Padrão

Após revisar o metajogo cuidadosamente, nós escolhemos não fazer mudanças ao Padrão no momento. Os Players Tour Online 3 e 4 viram as taxas de vitória geral e as taxas de subida para o Dia 2 dos decks mais jogados, Bant Rampa e Temur Reconquista, voltarem a níveis mais saudáveis. Nas semanas seguintes, nós vimos outros arquétipos subirem em popularidade e taxa de vitórias, incluindo Mono Verde Aggro, Rakdos Sacrifício, Mono Preto Aggro, RW “Pawblade”, Simic Lampejo, e outros. A Coleção Básica 2021 trouxe uma variedade de novas ferramentas, e de modo geral nós estamos vendo movimentações no metajogo a caminho do Players Tour Finals.

Apesar de concordarmos com as preocupações sobre decks com rampa de aceleração baseada na Espiral de Crescimento, em um agregado, que recentemente representaram uma porção de metajogo acima do ideal, nós vemos arquétipos diferentes dentro dessa grande categoria que se comportam de maneiras diferentes, em pontos fortes e fracos, além de seus papéis no metajogo. Com sinais do metajogo se afastando da rampa de aceleração nas últimas semanas, o lançamento da Coleção Básica 2021 e a rotação do Padrão em alguns meses, nós decidimos permitir que o metajogo continue sua evolução natural.

Latest News Articles

NEWS

12 de Outubro de 2020

Anúncio de Cards Banidos & Restritos, segunda-feira, 12 de outubro de 2020 by, Ian Duke

Padrão: Omnath, Locus da Criação foi banido. Trevo da Sorte foi banido. Fuga para as Terras Selvagens foi banido. Histórico: Omnath, Locus da Criação foi suspenso. Teferi, Manipulad...

Learn More

NEWS

2 de Outubro de 2020

Lançamento Global de Commander Legends Adiado para 20 de Novembro de 2020 by, Wizards of the Coast

Devido a desafios de produção relacionados à continuidade da pandemia de COVID-19, nós tomamos a decisão de adiar o lançamento global de Commander Legends para 20 de novembro de 2020. Is...

Learn More

Artigos

Artigos

News Archive

Procurando mais? Explore nosso arquivo e mergulhe em milhares de artigos sobre Magic escritos pelos seus autores favoritos.

See All