O London Mulligan

Posted in News on 3 de Junho de 2019

By Ian Duke

Ian Duke is a developer in Magic R&D and has been with Wizards of the Coast since 2012. A gift of an Ice Age starter deck in 1995 sparked Ian's lifelong passion for Magic. He also enjoys math, physics, board games, and puzzles. To the surprise of few, his favorite guild is Azorius.

Com o lançamento da Coleção Básica 2020, vamos começar a usar um novo sistema de mulligan em todos os formatos competitivos do Magic. Esse novo mulligan foi testado no Mythic Championship II, em Londres, bem como no Magic Online e funcionará da seguinte maneira:

103.4. Cada jogador compra um número de cards igual ao seu tamanho máximo de mão inicial, que normalmente é sete (alguns efeitos podem modificar o tamanho da mão inicial de um jogador). Um jogador insatisfeito com sua mão inicial pode fazer um mulligan. Primeiro o jogador inicial declara se ele fará um mulligan. Em seguida, cada outro jogador na ordem de turno faz o mesmo. Uma vez que todos os jogadores tenham feito uma declaração, todos os jogadores que decidiram fazer mulligans, fazem-no ao mesmo tempo. Para fazer um mulligan, o jogador embaralha sua mão de volta em
seu grimório, compra uma nova mão com o mesmo número de cards da sua mão inicial, e então coloca o número de cards igual ao número de vezes que o jogador fez mulligan no fundo do seu grimório, em qualquer ordem. Se um jogador escolher não fazer mulligan, os cards em sua mão tornam-se sua mão inicial e aquele jogador não pode fazer outros mulligans. Este processo é repetido até que nenhum jogador faça mulligan. Um jogador poderá fazer mulligans até que sua mão inicial tenha zero cards.

Essencialmente, toda vez que você fizer um mulligan, você compra sete cards, e depois coloca um número de cards igual ao número de vezes que você fez mulligan nesta partida da sua mão para o fundo do seu grimório, na ordem que você escolher. Sua mão inicial ainda ficará com um card a menos por vez que você fez mulligan, mas você sempre poderá selecionar essa mão inicial dentre sete cards. Diferente do mulligan atual (“Vancouver”), não haverá vidência depois de você decidir sua mão inicial.

Essa regra entrará em vigor com a atualização de regras da Coleção Básica 2020. Veja mais detalhes aqui para saber quando a nova regra será implementada no Magic de papel, no Magic Online e no Magic: The Gathering Arena.

O objetivo desse novo “London” mulligan é fazer com que partidas onde uma ou mais pessoas fazem mulligan fiquem mais competitivas, especialmente nos casos em que jogadores fazem um número desigual de mulligans. Em especial, uma seletividade maior da mão inicial reduzirá o número de “não-partidas” onde o deck de uma pessoa não roda por não comprar uma mistura razoável de terrenos e mágicas.

Nós entendemos que alguns aspectos dessa mudança entrarão em debate, como é o caso com qualquer mudança de regra. Uma grande parte do que faz o Magic ser um jogo tão incrível é que ele está em constante melhoria e evolução. Como designers, nós nos esforçamos em não só fornecer novos conteúdos em cards, mas também continuar a atualizar as regras e sistemas do jogo para trazer para o público a experiência competitiva mais divertida possível. Eu gostaria de compartilhar com vocês uma compreensão maior dos motivos pelos quais estamos implementando essa mudança, e o que esperamos ver como resultados.

Por que mudar?

O sistema de mulligan do Magic mudou várias vezes ao longo da história do jogo. Desde o mulligan “sem terreno/só terreno”, até o mulligan “Paris”, e mais recentemente com o mulligan “Vancouver”, o objetivo de cada mudança foi dar à comunidade jogadora maiores chances de ter uma compra inicial que leve a uma partida competitiva onde qualquer um dos envolvidos possa ganhar.

Conforme mais e mais partidas de Magic foram jogadas nesses dias em plataformas digitais e analógicas, nós coletamos dados que mostram como o mulligan “Vancouver” não está fazendo o trabalho tão bem, sem fornecer um ponto inicial competitivo para ambos jogadores. Quem faz um mulligan em relação ao oponente que fica com sete cards está, em geral, em maior desvantagem do que gostaríamos. A situação fica pior ainda quando um jogador faz dois ou mais mulligans do que o oponente. Nós também não gostamos quando algumas dessas partidas ocorrem e fica claro que a partida já tinha acabado apenas com base nas mãos iniciais.

No último ano, o setor de Pesquisa & Desenvolvimento vem discutindo ativamente e testando maneiras para melhorar o início das partidas. Nós testamos o “London” mulligan internamente por mais de seis meses e gostamos de como ele fecha a lacuna entre quem faz o mulligan e quem não faz, e também de como ele reduz dramaticamente o número de partidas onde o deck e a estratégia de um jogador simplesmente não funcionam. Portanto, nós acreditamos que o London mulligan seja um mulligan mais forte, mais a favor do jogador, do que comparado com o Vancouver mulligan.

Testes do Mulligan

Claro que, para fortalecer o mulligan, existia a possibilidade de ir longe demais. Um mulligan forte demais que dá agência demais sobre a mão inicial de um jogador faria com que partidas demais acontecessem da mesma maneira. Também havia o risco de decks de combo abusarem de um mulligan forte demais para montar o combo mais facilmente no início da partida. Ou decks agressivos sempre ficando com o melhor início, ou decks de controle que sempre terão a resposta certa, fariam com que o metajogo desequilibrasse dramaticamente. Além disso, quanto mais forte o mulligan, mais a comunidade jogadora vai tentar explorá-lo - o que aumenta o tempo de embaralhar e tomar decisões antes que a partida comece efetivamente.

São riscos que nós sabíamos que precisávamos nos precaver enquanto testávamos o London mulligan, tanto internamente quanto publicamente. Nossa esperança era de ele ser forte o suficiente para superar o Vancouver e fazer uma diferença no número de não-partidas, mas não forte demais para ter efeitos nocivos na jogabilidade como um todo. Nós ainda queremos que o mulligan seja algo que jogadores prefiram não fazer se tiverem mãos razoáveis, mas queremos que seja menos punitivo quando o mulligan se faz necessário.

Apesar de estarmos bem contentes com o London mulligan nos formatos Padrão e Limitado, nós sabíamos que os riscos maiores estariam em formatos sem rotação, onde há mais cards, partidas são geralmente mais rápidas, e as melhores compras de decks com estratégia de combo são mais fortes. É por isso que escolhemos o Mythic Championship II (em Londres) com rodadas de Moderno Construído e política de lista de decks aberta como terreno de testes competitivos. Se o novo mulligan fosse forte demais, seria um ambiente onde ele seria quebrado.

O que nós aprendemos

Nós vimos que as vantagens do London mulligan eram bem maiores do que as desvantagens e riscos. O Mythic Championship II teve um metajogo Moderno diverso e saudável, tanto em termos de quais decks foram levados quanto quais decks tiveram bom desempenho. Enquanto alguns elementos dos riscos acima apareceram em pequena escala, como mulligans mais frequentes, em geral nós não vimos problemas sistêmicos maiores aparecerem na jogabilidade ou no metajogo. Os combos foram montados com mais frequência, mas isso foi contrabalançado por cards da reserva que apareceram com mais frequência, e pareceu que o metajogo conseguiu se corrigir.

Com isso, nós esperamos que o metajogo mude um pouco com o London mulligan. Toda vez que um sistema de jogo traz mudanças como a nova regra de mulligan, ela afeta alguns decks diferente de outros. A pergunta é se o metajogo se adaptará às mudanças e chegar em um equilíbrio novo e saudável. Então todos os sinais apontam para o ‘sim’, Moderno incluso.

Nós esperamos que o London mulligan seja uma vantagem completa para o Padrão e o Limitado. Nestes formatos, um card a menos na mão inicial é penalidade suficiente para não esperarmos que jogadores façam mulligans mais agressivos do que atualmente com o Vancouver mulligan. Só vai deixar as partidas mais divertidas quando mulligans precisam ser feitos.

Nós entendemos que a comunidade jogadora tenha preocupações especiais com formatos Eternos, especialmente o Legado e o Vintage. Nós concordamos, e coletar dados sobre esses formatos foi um motivo parcial para testar o mulligan no Magic Online. Pelo que vimos, os metajogos puderam se ajustar até mais do que o esperado. Uma característica do Legado é que há muitas respostas um-para-um para a maioria das ameaças, o que dá importância para a quantidade bruta de cards. Isso então significa que um mulligan agressivo para conseguir um card ou combo em particular tem um custo maior, então não vimos essa estratégia como um sucesso. O Vintage tem mais dificuldades de coleta de dados porque a amostra é menor, mas não vimos desequilíbrios alarmantes se destacando. Por exemplo, o Dredge (Escavação) não ganha uma porcentagem maior, até mesmo com mais chances de encontrar o Bazaar of Baghdad na mão inicial. Mais uma vez, isso é contrabalançado por outros decks que encontram seus cards de reserva mais facilmente.

Nossa abordagem para todos os formatos será de permitir que jogadores e metajogos se ajustem, e coletaremos dados e feedback antes de considerar qualquer mudança nas listas de Banidas & Restritas. Tentar prever mudanças não é a abordagem certa para nós, ou para a comunidade. Vamos deixar claro: não temos cards ou decks específicos que queremos trazer em mudanças nas listas de B&R, apesar de ser possível que apareça a necessidade de fazer mudanças, com o passar do tempo.

Alguns membros da comunidade sugeriram implementar o London mulligan um formato por vez, mas como designers nós sentimos fortemente que ter um mulligan unificado para todo o Magic é o caminho certo. Muitos jogadores de Magic experimentam vários formatos diferentes ao longo da vida, e regras inconsistentes de mulligan em cada formato adicionaria complexidade desnecessária. De um ponto de vista técnico, também traz um benefício de consistência tanto para as regras abrangentes do Magic analógico e mecânicas de regras digitais que tenham uma regra unificada de mulligan existindo “acima” da subdivisão de formatos diferentes, ao invés de uma regra separada para cada um deles.

Quando eu vou poder usar?

Começaremos a usar o London mulligan em toda expressão de Magic analógico e digital com o lançamento da Coleção Básica 2020. Isso começa com os Pré-lançamentos da Coleção Básica 2020 no dia 5 de julho, e o novo mulligan será utilizado para todo tipo de jogo. O reflexo oficial será refletido nas regras abrangentes com as atualizações de regra de M20 no dia 12 de julho.

O MTG Arena testará a funcionalidade do London mulligan em um evento especial no dia 7 de junho, e o adotará para todos os formatos de jogo com o lançamento do conteúdo de M20 a partir do dia 2 de julho.

O Magic Online começará a utilizar o London mulligan no dia 2 de julho, depois que os servidores voltarem da atualização agendada.

Esperamos que vocês gostem de jogar com o novo mulligan tanto quanto nós gostamos no teste interno. Nós também entendemos que mudanças são difíceis de engolir, especialmente em uma comunidade tão engajada quanto a do Magic. Mas no final o objetivo desta mudança é deixar o Magic mais divertido, e estamos confiantes de que vai!

Latest News Articles

NEWS

12 de Outubro de 2020

Anúncio de Cards Banidos & Restritos, segunda-feira, 12 de outubro de 2020 by, Ian Duke

Padrão: Omnath, Locus da Criação foi banido. Trevo da Sorte foi banido. Fuga para as Terras Selvagens foi banido. Histórico: Omnath, Locus da Criação foi suspenso. Teferi, Manipulad...

Learn More

NEWS

2 de Outubro de 2020

Lançamento Global de Commander Legends Adiado para 20 de Novembro de 2020 by, Wizards of the Coast

Devido a desafios de produção relacionados à continuidade da pandemia de COVID-19, nós tomamos a decisão de adiar o lançamento global de Commander Legends para 20 de novembro de 2020. Is...

Learn More

Artigos

Artigos

News Archive

Procurando mais? Explore nosso arquivo e mergulhe em milhares de artigos sobre Magic escritos pelos seus autores favoritos.

See All