Junte-se ao Brawl

Posted in Ways to Play on 22 de Março de 2018

By Gavin Verhey

When Gavin Verhey was eleven, he dreamt of a job making Magic cards—and now as a Magic designer, he's living his dream! Gavin has been writing about Magic since 2005.

Não é todo dia que introduzimos um novo formato de Magic.

Embora as prévias de Dominária já tenham começado, hoje estou empolgado para falar de uma coisa que você provavelmente não esperava. No nosso site você vai encontrar diversas amostras do que está acontecendo com a coleção mais aguardada do ano.

Por exemplo, talvez você já tenha dado uma olhada em Canção do Fogo e Voz Solar, pelo artigo do Blake de ontem. Mas se não viu, olhe aqui:

Este é o card promocional da promoção Compre uma Caixa de Dominária! (E se você leu o artigo do Blake, sabe que há algo diferente dessa vez, pois este é um card especial disponível apenas em versão promocional.) Esses minotauros são bem legais. E, acima de tudo, você talvez note algo bem importante neles: eles são lendários.

Vi muitos de vocês apostando nisso na Internet nos últimos meses, então alguns podem se preparar para se dar uns tapinhas nas costas: Dominária tem uma grande temática lendária! A coleção tem uma tonelada de lendas, tanto antigos dominarianos quanto novatos.

Mas espere, e aquela história de um novo formato? Eu mencionei isso agora há pouco.

Bem, está tudo conectado... E é sobre isso que eu realmente quero falar com vocês hoje!

Com Dominária, estamos lançando um formato informal completamente novo, com o qual você poderá aproveitar ao máximo essa temática lendária. Deixe-me falar sobre ele.

Construindo um Brawl

Estamos sempre olhando nossas opções, escutando e tentando descobrir o que podemos oferecer a vocês que o nosso jogo ainda não tem.

Oferecemos muitos formatos diferentes para jogar Magic no formato Construído competitivo, incluindo Padrão, Moderno e Legado, para citar alguns. Todos incluem diferentes gamas de coleções de Magic. Se você está entrando no Magic agora, provavelmente não vai começar com Legado. Você certamente poderia, mas faz mais sentido aprender o básico num formato como Padrão. Esses formatos englobam diferentes períodos de tempo, de modo que todo mundo, independentemente de sua coleção, pode conseguir jogar, usando um formato ou outro.

E não é só uma questão de coleções ou experiência, jogadores diferentes simplesmente preferem tipos diferentes de jogabilidade. O Legado, por exemplo, tem todos os tipos de mecânicas e interações malucas, de decks agressivos com as melhores criaturas baratas já impressas a decks de combos que podem terminar o jogo na primeira rodada. O Padrão, por outro lado, tem um montante de cards pequeno, o que significa que mais coisas diferentes têm uma chance de brilhar. Há um monte de jogadores que estão jogando há anos e preferem Padrão por esse motivo.

Ok. Isso é Construído competitivo. Temos um monte de formatos diferentes aí.

Se você olhar para o Construído informal, entretanto, não encontrará esse tipo de variedade. Normalmente é "vale quase tudo, vai fundo".

O Commander é provavelmente o maior formato informal. Eu adoro Commander. (Devo adorar, né, considerando que liderei os lançamentos de Commander de 2017 e 2018!) E garanto a vocês que Commander não está indo a lugar algum. Mas, ao mesmo tempo, ele é um pouco difícil de começar. Os seus novos cards precisam competir com o peso dos últimos 25 anos de cards malucos que fizemos, além de todo o tipo de combinações ridículas que rolam. Mesmo que você esteja jogando Magic há anos, talvez simplesmente não queria jogar num formato repleto de muitos e muitos anos desses cards.

Mas se você não quisesse jogar dessa forma, o que deveria fazer?

Apresento Gerritt Turner.

Muitos de vocês não conhecem o Gerritt, mas é quase certo que leram as palavras que ele escreveu. Gerritt é um designer de narrativa de marca sênior aqui, escrevendo muito do texto que você vê em nossas embalagens, e até mesmo inventando os nomes de nossas coleções!

Um ávido jogador de Commander, Gerritt construiu um formato variante para seu grupo pessoal como uma forma de começar a jogar facilmente, e o grupo dele se divertiu um monte com o formato. Gerrit então trouxe o formato para a Wizards, e sua equipe também o adorou. Depois de todo esse sucesso, Gerritt o trouxe para o departamento de Pesquisa & Desenvolvimento.

Então o testamos.. e também adoramos!

Este formato é fruto de uma iniciativa popular dentro da Wizards: alguém bem longe do P&D que havia descoberto algo divertido veio até nós com uma ideia. Era algo que estava faltando, e as pessoas estavam se divertindo um monte com ela. Então, gastamos um tempão pegando seu conjunto de regras originais, organizando playtests, fazendo ajustes e reunindo dados.

Por fim, começamos a organizar playtests dentro da Wizards, e tivemos um dos maiores retornos de todos os tempos entre os playtests realizados por toda a empresa. Pessoas que nunca haviam sequer tocado num formato informal de Magic estavam dando uma chance a esse. Estava claro que esse formato estava encantando as pessoas.

E agora eu o apresento a vocês com Dominária como Brawl!

Firesong and Sunspeaker
Firesong and Sunspeaker | Art by Zoltan Boros

Apresentando as regras

Então... o que é isso?

A ideia aqui era fazer um formato informal que usasse o conjunto de cards do Padrão. Isso significava que o foco poderia estar nos decks novos e diferentes que você poderia construir, e que o formato teria o nível de poder certo para permitir que esses decks prosperassem. Ele realmente adiciona uma nova dimensão a todos os seus cards válidos em Padrão!

As regras de Brawl são bem simples. Ele tem muitas semelhanças com formatos que você já conhece e curte, como Commander, e alguns elementos para torná-lo único.

A versão curta é essa: você constrói um deck de 60 cards válido em Padrão tendo como base uma criatura lendária ou planeswalker. Você só pode ter uma cópia de qualquer card que não seja um terreno básico. Sua criatura ou planeswalker lendário começa na zona de comando e funciona do mesmo modo que os comandantes de Commander: você o conjura pelo seu custo de mana e pode conjurá-lo novamente por dois manas adicionais a cada vez. Cada jogador começa com 30 pontos de vida.

E é isso! Simples, fácil e o tipo de jogabilidade com o qual você já deve estar acostumado. Sugerimos jogá-lo em multijogador.

Vamos dar uma olhada nas regras completas do formato, cortesia do coordenador de regras Eli Shiffrin:

  • O deck de cada jogador deve ter exatamente 60 cards. Além de terrenos básicos, nenhum card pode aparecer num deck mais de uma vez. Cada card deve ser válido no formato Padrão. Os cards banidos do formato Padrão não podem ser utilizados na variante Brawl.
  • Antes do jogo começar, cada jogador escolhe um card de criatura lendária ou de planeswalker em seu deck como seu comandante. Este card começa o jogo na zona de comando e os outros 59 cards são embaralhados.
  • Os símbolos de mana que aparecem no seu comandante ditam que cards podem estar em seu deck. Os símbolos de mana que não apareçam em seu comandante não podem estar no deck. Por exemplo, se o card de Dominária Canção do Fogo e Voz Solar é seu comandante, seus cards podem ter R, W, ambos ou nenhum, mas nenhum símbolo B, G ou U podem aparecer em qualquer lugar de seu deck. Isso inclui a caixa de texto do card, assim como seu custo de mana; por exemplo, Soberano do Bando, da coleção Hora da Devastação, não pode estar em seu deck se seu comandante tiver apenas G em seu custo ou texto de regras.
  • Cada jogador começa o jogo com 30 pontos de vida em vez de 20. Se você está jogando uma partida multijogador (o que recomendamos para Brawl), cada jogador compra sete cards novamente em seu primeiro mulligan e o jogador que começar compra um card em seu primeiro turno.
  • Enquanto seu comandante estiver na zona de comando, você pode conjurá-lo de lá. Fazer isso custa 2 manas adicionais por cada vez que você tiver conjurado o card dessa forma nessa partida.
  • Se o seu comandante for anulado ou deixar o campo de batalha, você poderá colocá-lo de volta na zona de comando, em vez de colocá-lo em qualquer outro lugar para o qual ele iria.
  • A variante Brawl não tem nenhuma outra regra para jogar, vencer ou perder a partida. Divirta-se!

Agora é a hora de responder algumas perguntas.

Primeiro, por que 60 cards?

O Padrão tem um número limitado de cards, e parte da graça aqui é construir com base em temas. Por exemplo, Dinossauros ou artefatos. Entretanto, é importante que você tenha margem suficiente para a construção do deck, pois se eu lhe pedisse para construir um deck de Pirata de 100 cards, as opções válidas seriam bem reduzidas. Com 60 cards, você pode construir um deck bem mais focado, — e sua característica singularidade ajuda a manter a variedade entre as partidas, ao mesmo tempo em que oferece consistência ao seu plano!

E sobre os 30 pontos de vida?

Nós testamos diferentes totais de vida: consideramos 20, 30 e 40. Entretanto, 30 criou de longe a melhor jogabilidade. O "amortecedor" dos 20 pontos de vida normais era importante, para que as partidas não acabassem muito rápido e para que você tivesse tempo de brincar no início. Entretanto, com 40 pontos de vida, os jogos duravam muito e era difícil colocar pressão nos jogadores. Com 30 pontos de vida, os decks mais agressivos podem existir sem ganhar tão rápido, os decks lentos ainda têm bastante tempo e o jogo termina num tempo razoável. Também não queríamos que ficar sem cards fosse um problema comum no jogo, e 30 pontos de vida ajuda a garantir que isso não aconteça.

Outra pergunta que você pode ter é por que ter planeswalkers lendários como comandantes?

Bem, para começar: é divertido!

Como criaturas lendárias normais, os planeswalkers são personagens importantes que oferecem opções interessantes de construção. Queríamos que eles tivessem uma chance de ser comandantes também. Jogamos com um bocado deles para conferir como funcionavam e realmente gostamos das possibilidades que eles criaram. O fato de poderem ser atacados por múltiplos jogadores era uma garantia de equilíbrio, mas não os impedia de fazer coisas grandiosas.

Tenho certeza de que vocês têm algumas primeiras impressões e reações. Alguns de vocês devem estar empolgados para montar seus decks. Outros podem estar céticos. Eu realmente preciso insistir para você dar uma chance ao formato antes de julgá-lo de uma forma ou outra. Nós nos divertimos muito com o formato e vale muito a pena experimentá-lo, independentemente do seu estilo como jogador.

Olhando para o futuro

Muitos e muitos jogos de Brawl já aconteceram dentro do salão da Wizards, e eu não vejo a hora de vocês começarem a construir e jogar o formato!

Dominária era o momento perfeito para dar uma possibilidade ao formato por causa da temática lendária. De fato, como vocês podem começar a ver com Canção do Fogo e Voz Solar, há muitos decks interessante para construir com a míriade de cards lendários em Dominária... e no resto do Padrão! Espere para ver as belezinhas que Dominária tem guardadas!

Dito isso, esse formato está na fase experimental e, por isso, gostaríamos de receber seus comentários. Você curtiu? Não curtiu? Gostaria que tivesse alguns ajustes? Tudo isso está na mesa. Por hora, adoraríamos que você o testasse em sua casa ou em sua loja de jogos. Após Dominária, nós vamos avaliar os comentários de todos vocês e determinar quais serão nossos próximos passos e que tipo de suporte o formato precisa.

E isso faz com que seus comentários sejam mais importantes do que nunca.

Então, por favor, experimente o formato e me diga o que você achou! Você pode construir uns decks bem legais. Quão rápido você pode conjurar seu Ghalta, Fome Primordial? Que coisas malucas você pode fazer com Rashmi, Artesã das Eternidades? Como um deck de controle com Nicol Bolas, Faraó-Deus na direção se sai? Há um monte de decks e estratégias incríveis para se tentar aqui. Vá lá, construa decks, jogue e venha nos contar!

Para onde enviar seus comentários? Você sempre pode me enviar um tweet, fazer uma pergunta no meu Tumblr ou enviar um e-mail para BeyondBasicsMagic@gmail.com. Eu adoraria escutar você!

Ligue seus motores criadores de deck e prepare-se para um novo jeito de jogar: Brawl!

Gavin
@GavinVerhey
GavInsight

We use cookies on this site to enhance your user experience. By clicking any link on this page or by clicking Yes, you are giving your consent for us to set cookies. (Learn more about cookies)

No, I want to find out more